Espaço do

Familiar


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

[CÂNCER DE PELE MELANOMA] Daniela Ferreira Santilli

Compartilhando Experiência



Essa entrevista foi preenchida em 02/07/2015

Daniela Ferreira Santilli
  • Instituto Oncoguia - Você poderia se apresentar? Daniela - Me chamo Daniela, tenho 45 anos, hoje estou desempregada pois tive que parar de trabalhar para cuidar do meu pai, coisa que faço com muito carinho, mas que é muito difícil não apenas financeiramente como emocionalmente também. Minha área profissional é editorial e de mídias sociais.
  • Instituto Oncoguia - Quem em sua família tem/teve câncer? Daniela - Meu pai está com melanoma metastático.
  • Instituto Oncoguia - Sabemos que o diagnóstico de um câncer também tem um impacto grande na família, como você lidou com esse momento? Daniela - No primeiro momento eu literalmente pirei. Saí da casinha, briguei com a família e com o mundo. Fiquei com muita raiva. Demorei meses para aceitar.
  • Instituto Oncoguia - Quais foram os principais desafios enfrentados? Daniela - Desafios financeiros - que ainda tenho, cada mês é uma batalha pra conseguir pagar tudo. Desafio emocional - não tenho plano de saúde e nem tenho condições de pagar terapia. Agora consegui passar pela triagem do Mackenzie e vou começar a terapia de graça lá. Solidão - não sei se é só comigo, mas os amigos somem. Parece que dar ombro pra gente é um peso ou uma coisa chata. Organização da rotina - mudou 100%. Hoje minha vida é toda voltada para os cuidados com o meu pai. Não posso mais trabalhar fora, meu pai não pode ficar sozinho e minha vida social acabou. Ajuda - consigo pagar uma pessoa que vem apenas 1 vez por semana para ajudar com meu pai, ou seja, além de cuidar dele sozinha, cuido da casa, limpeza, alimentação, higiene, medicação, etc...
  • Instituto Oncoguia - De que forma você ajudou seu familiar? Daniela - Hoje em dia tenho poucos trabalhos que realizo de casa, desta forma, fico em tempo integral com ele. Me tornei uma enfermeira 24/7.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou se informar sobre a doença? Isso lhe ajudou? Daniela - Sou uma familiar chata. Ligo para os médicos sempre que tenho dúvidas, o Oncoguia me ajudou e o resto, curiosidade e ficar fuçando na internet.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou apoio psicológico? Se sim, de que forma isso lhe ajudou? Daniela - Não consegui ainda. No próximo semestre começo a fazer no Mackenzie de graça.
  • Instituto Oncoguia - Após a descoberta do câncer no seu familiar, você ficou mais atento com a sua própria saúde? De que forma você se cuida? Daniela - Não. Na verdade não me sobra tempo pra me cuidar infelizmente.
  • Instituto Oncoguia - Que conselho ou dica você daria para um familiar que esta enfrentando o câncer em casa? Daniela - Aceite antes de qualquer coisa. Brigar contra apenas atrapalha você, sua saúde e sua vida. Depois de aceitar, corra atrás de informações para entender o máximo possível. Anote suas dúvidas e tire com seu médico e tente se colocar no lugar do paciente para tentar entender suas limitações físicas e psicológicas. Todos sabemos que vamos morrer um dia, mas isso não muda nada quando recebemos uma notícia desse porte.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Instituto Oncoguia? Daniela - Pelo Dr. Rafael Kaliks.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Daniela - Não sei, preciso pensar a respeito.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive