Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio
Roche Norvatis Varian Bristol Lilly Amgen Pfizer Astrazeneca Bayer Janssen Msd Google grants Techsoup Lookmysite Ipsen Servier UICC Merck Abbvie Mundipharma United Medical Takeda Astellas

[Câncer de Mama] Roberta Mancini Ribeiro da Silva

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 08/10/2017

Roberta Mancini Ribeiro da Silva
  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Roberta - Meu nome é Roberta, tenho 48 anos, sou casada e tenho 4 filhos...Mariana, Brenno, Anna e Bento!!! Moro no interior, na cidade de Jaguariúna-SP. Sou professora de Educação Infantil.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Roberta - Descobri ano passado, em exames de rotina.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Roberta - Não sentia nada.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Roberta - Não houve dificuldades para fechar o diagnóstico.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Roberta - Sem chão!!!!! O sentimento de morte é, inicialmente, eminente!!!! Saí do prumo!!!
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Roberta - Pensei na minha família... E tinha muito medo de sofrer com dores.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Roberta - Assim que tive o resultado da mamografia levei ao mastologista e no mesmo dia fiz uma US e biópsia. Fiz a cirurgia 30 dias após o resultado da biópsia (04/07/2016). Minha vida virou de ponta cabeça!!! Quando fui informada que precisaria de quimio e rádio, entrei em pânico, porém segui em frente... Fiz quimio, rádio e agora faço uso do tamoxifeno. As quimios não são foram fáceis, porém as medicações ajudam muito... Tive muito apoio da minha família e isso foi ímpar!
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Roberta - Acredito ser a quimioterapia... As mudanças são muitas ... O cabelo que cai, as dores no corpo que tive, os choques nas mãos, o cansaço...Você tem que reconstruir sua identidade...
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Roberta - Sim!!! Tive enjoos, dores no corpo, cansaço, mudanças na pele e psicologicamente fragilizada, porém sempre busquei pensar na cura!!! O apoio da família foi e está sendo fundamental, confiança no seu médico e FÉ!
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Roberta - Acredito ter mais afinidade com meu mastologista... Minha oncologista é uma profissional muito boa, porém não consegui criar o vínculo necessário (na minha maneira de ver).
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Roberta - Sim, além do mastologista e oncologista, tenho um psiquiatra e terapeuta e agora passarei por um neuro e ortopedista.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Roberta - Não no início tinha psicóloga na unidade em que fiz as quimios. Depois, quando minha ansiedade fugiu do controle, procurei um psiquiatra. Ainda estou em tratamento e evoluindo...
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Roberta - Ainda não voltei o trabalho... Tenho sentido muitas dores no corpo (principalmente pernas e quadril).
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Roberta - Estou afastada.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Roberta - Não.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Roberta - Fazer com vida seja um passagem prazerosa, rica em experiências!!!!!
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Roberta - Mantenha a calma, aproxime-se da sua família e tenha FÉ, pois tudo irá passar!!
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Roberta - Pela internet.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Roberta - Continuar com esse trabalho maravilhoso!
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Roberta - Fiz meu tratamento por convênio, porém tenho amigas que fazem pelo SUS e nossos políticos deveriam ter compaixão e empatia, pois o tempo é muito importante nesses casos e demora e incerteza pelo tratamento acaba com a VIDA de pessoas!!!


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive