Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio
Roche Norvatis Varian Bristol Lilly Amgen Pfizer Astrazeneca Bayer Janssen Msd Google grants Techsoup Lookmysite Ipsen Servier UICC Merck Abbvie Mundipharma United Medical Takeda Astellas

[Câncer de Próstata] Rivaldo Felício de Lima

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 14/11/2018

Rivaldo Felício de Lima
  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Rivaldo - Olá, sou Rivaldo, casado, tenho três filhas. Sou motorista, tenho 60 anos e moro em Guarulhos.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Rivaldo - Em consulta de rotina com urologista. Ele pediu o exame PSA, ultrassom da próstata e depois a confirmação pela biópsia.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Rivaldo - Sim, retenção urinária.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Rivaldo - A demora dos respetivos exames e a demora com o especialista.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Rivaldo - Senti como que se faltasse o chão. 
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Rivaldo - A maior preocupação foi e ainda é com a família, pois não sabemos o desfecho final.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Rivaldo - Sim, já comecei com hormonoterapia (tomei a primeira injeção). 
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Rivaldo - No meu caso, acho que será a radioterapia. Apesar que a injeção também é horrível, pois devido a ela me vi obrigado a fazer uso de sonda vesical.
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Rivaldo - O tratamento está apenas começando, mas o apoio é mesmo da família.
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Rivaldo - Bacana. Ele é bastante educado e muito atencioso.
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Rivaldo - Por enquanto não.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Rivaldo - Por enquanto não.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Rivaldo - Vivendo a realidade. Não querendo, mas tendo que aceitar.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Rivaldo - Tive que parar, pois estou usando sonda.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Rivaldo - Ficar curado e investir em qualidade de vida.
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Rivaldo - Primeiro: nunca vá ao médico sozinho! Sabemos que o sofrimento irá começar a partir deste dia.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Rivaldo - Pesquisas na Internet.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Rivaldo - Continuo sempre neste propósito em ajudar as pessoas. Pois a maioria das pessoas são desprovidas de informação.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Rivaldo - Maior investimento em ciências médicas e mais centros de referência oncológicas.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive