Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio

[Câncer de Ovário] Nanci B. Venturini

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 13/04/2017

  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Nanci - Tenho 52 anos, sou aposentada, sem filhos, casada e moro em Santo André, SP.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Nanci - Somente descobri o câncer porque tive ascite, em novembro de 2011!
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Nanci - Sim, eu tive sintomas e mesmo com o meu corpo dando todos os sinais de que algo estava muito errado (dor e inchaço abdominal, desarranjo intestinal, micção frequente, sensação de saciedade) tanto a ginecologista, quanto o gastro que me acompanhavam não desconfiaram de nada!
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Nanci - Os exames não indicavam nenhuma anormalidade, com exceção a ovários policísticos! Mesmo com todos os sintomas há mais de um ano! Só eram solicitados ultra sons! Jamais foi solicitado o marcador tumoral ou tomografia! Creio que os médicos tenham subestimado as minhas queixas!
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Nanci - Recebi a notícia que estava com um câncer em estágio avançado! Pensei que viveria pouquíssimo tempo!
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Nanci - Morrer em 3 meses.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Nanci - Em 2012 fiz 2 cirurgias e quimioterapias. Fiquei boa por 3 anos e meio até vir a recidiva no final de 2015. Novamente, passei por cirurgia e quimioterapias. Hoje, encontro-me novamente em remissão!
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Nanci - Todo o tratamento é difícil, desde as cirurgias até às quimioterapias! Mas lidar com a recidiva acho que é ainda mais difícil!
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Nanci - Senti todos os efeitos colaterais possíveis. Reação alérgica durante a administração das quimioterapias, enjoos, dores nos ossos, constipação, queda de cabelos, ressecamento dá pele, neuropatia! Procurava tomar medicação para amenizar as reações!
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Nanci - Sempre tive uma boa relação com os meus médicos! Sempre os questionei bastante e, geralmente, tomávamos decisões conjuntas sobre o meu caso!
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Nanci - Com o médico cirurgião e enfermeiros.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Nanci - Fiz tratamento psicológico e psiquiátrico. O tratamento para o câncer, tanto cirúrgico quanto quimioterápico, afeta o humor e a qualidade de sono! A ajuda desses profissionais se faz necessária tanto para entendermos todo esse processo quanto para a administração de medicamentos antidepressivos, ansiolíticos e reguladores de sono.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Nanci - Hoje estou bem. Sinto-me bem. Sigo com o meu blogue Vaneios e Devaneios com um Câncer de Ovário, como também com o meu grupo no Facebook: Câncer de Ovário - Juntas Somos mais fortes.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Nanci - Fui aposentada por invalidez depois da recidiva.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Nanci - Sim. A aposentadoria foi um deles. Também estou em busca dá carta de motorista especial. Saquei o FGTS.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Nanci - Quero viver bem, com qualidade de vida! Poder desenvolver algum trabalho voluntário, estudar, viajar!
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Nanci - Há vida após o diagnóstico de câncer! Não é uma sentença de morte!
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Nanci - Através de pesquisas no Google.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Nanci - O site é perfeito! Gosto e admiro o trabalho de vocês!
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Nanci - Rapidez no diagnóstico, melhorar a qualidade no atendimento na rede pública!


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive