Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio
Roche Norvatis Varian Bristol Lilly Amgen Pfizer Astrazeneca Bayer Janssen Msd Google grants Techsoup Lookmysite Ipsen Servier UICC Merck Abbvie Mundipharma United Medical Takeda Astellas

[Câncer de Colo do Útero] Monalissa

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 19/04/2017

  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Monalissa - Tenho 31 anos, sou auxiliar de farmácia, tenho um filho e sou casada. Moro em São Gonçalo, RJ.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Monalissa - Passei por três ginecologista o primeiro me passou várias pomadas e via oral e rodas as vezes que voltava era a mesma coisa e até então não sabia que estava com uma ferida no colo do útero tratava como uma inflamação, decidi procurar outro ginecologista e quando relatei que estava com sangramento nas relações sexuais ele pediu que eu fizesse uma cauterização com biópsia, no resultado não deu nada, levei ao médico e ele pediu que eu fizesse outra biópsia, sendo que nem tocou em mim então achei que o médico era incompetente e não confiável, mas mesmo assim marquei um novo exame (colposcopia) c/ biópsia, e a médica ginecologista que fazia o exame me falou que o primeiro médico que fiz o exame teria primeiro que ele estivesse tratado a ferida e depois se não solucionado aí sim uma biópsia, então assim foi feito ela fez um tratamento por sete meses colocando ácido, fazendo cauterização e a ferida não cicatrizava e ao simples toque sangrava muito, então a mesma decidiu fazer uma biópsia que acusou adenocarcinoma do colo uterino, e uma semana antes fez um preventivo e não deu nada. Procurei um cirurgião oncologista que me passou todos os exames e contatou o tumor com dois cm, irei passar por uma cirurgia de hesterectomia total ampliada e na cirurgia o patologista vai examinar os linfonodos para saber se estão afetados, se estiver o médico terá que parar a cirurgia para começar um tratamento com a rádio, quimioterapia é radioterapia. Tenho fé em Deus que irei fazer essa cirurgia e vou ficar curada. Resumindo, perdi só nesse tempo de "tratamento" dois anos.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Monalissa - Sim, sangramento.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Monalissa - Várias idas ao ginecologista e com muitas dores pelos​ procedimentos.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Monalissa - Um misto de sensações. Pensava na minha família, em como iria contar... E no meu filho, como iria reagir. Foi horrível, fiquei anestesiada.
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Monalissa - Como seria daqui pra frente e qual o tamanho da gravidade.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Monalissa - Ainda não, estou aguardando autorização do plano de saúde para a cirurgia.
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Monalissa - O tratamento, em que você não tem a certeza que vai ficar curada.
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Monalissa - Adorei o médico, muito atencioso e me explicou detalhes do tratamento.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Monalissa - Não.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Monalissa - Muito ansiosa.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Monalissa - Não estou trabalhando.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Monalissa - Sim, recorri ao INSS .
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Monalissa - Ficar curada.
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Monalissa - Manter a calma, tudo tem a sua hora e o tempo certo de Deus.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Monalissa - Pelo Facebook.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Monalissa - Mais profissionais competentes e hospitais especializados e digno de um tratamento.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive