Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio

[Câncer de Mama] Marina Miranda

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 08/03/2019

Marina Miranda
  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Marina - Me chamo Marina, tenho 28 anos, sou casada mas ainda não tenho filhos (estava tentando engravidar até descobrir o câncer), sou nutricionista hospitalar e atualmente moro em Itu-SP. Fui diagnosticada em Janeiro de 2019 com Carcinoma mucinoso invasivo grau I na mama esquerda.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Marina - No autoexame.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Marina - Percebi um nódulo no autoexame, mas não apresentei nenhum outro sintoma.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Marina - A dificuldade que encontrei é que eu senti esse nódulo em Janeiro de 2018, mas o resultado da ultrassom deu fibroadenoma com escala birards 2, então só depois de 1 ano quando fui refazer o exame a escala aumentou para 4 e fui biopsiada em seguida.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Marina - Foi como se o mundo tivesse desabado! Passou um filme na minha cabeça! Medo do que estaria por vir, medo de morrer...
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Marina - Graças a Deus eu nunca tive preocupação com a estética (mastectomia, cicatrizes, ficar careca...), acredito que por trabalhar na área hospitalar, a minha maior preocupação é sentir dor, sofrer com efeitos colaterais, sofrer com possíveis problemas que posso ter no futuro por conta do tratamento e principalmente de não poder ter filhos.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Marina - Ainda não iniciei o tratamento de fato, já fiz todos os exames pré operatórios e estou aguardando a data da mastectomia. A minha onco acredita que não vou precisar de quimio e rádio, e sim de apenas o tratamento hormonal oral.
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Marina - Acredito que seja a quimioterapia, por conta dos efeitos colaterais (por isso estou pedindo a Deus para não precisar dela).
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Marina - Ainda não iniciei o tratamento.
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Marina - Ela é um dos anjos que Deus me enviou para me fazer ser mais forte!
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Marina - Por enquanto, além da Onco só me relacionei com o Mastologista.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Marina - Ainda não iniciei, mas já marquei consulta.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Marina - Estou bem, graças a Deus! Às vezes bate um medo, uma ansiedade, vontade de resolver tudo isso, de fazer logo a cirurgia, mas tenho conseguido ficar bem, levar minha vida normal.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Marina - Estou trabalhando normal, e espero parar apenas no pós cirúrgico.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Marina - Já tive conhecimento de alguns direitos, mas ainda não fui buscar.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Marina - Meu principal projeto agora é ficar curada! Depois que essa fase passar pretendo ajudar outras pessoas a passarem por isso de alguma maneira, pretendo viajar muito, ter filhos e viver dedicada à Deus!
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Marina - Se você não tem uma religião, se apegue em alguma coisa, você vai precisar muito! E nunca desista! Viva um dia de cada vez!
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Marina - Através de pesquisas na internet.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Marina - Acredito que não.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Marina - Acredito que o acesso mais rápido e fácil aos exames e tratamentos pelo SUS, pois essa espera que existe hoje é angustiante, é um descaso. Essa demora que o paciente tem ao inicio do tratamento define o prognóstico do paciente.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive