Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio

[Tumores Neuroendócrinos] J.F.T.C

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 06/05/2019

  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) J.F.T.C - Tenho 43 anos, sou casada e mãe de duas criancinhas lindas: uma menina de 7 anos e um menino de 3 anos.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? J.F.T.C - Apareceu um nódulo suspeito no meu pescoço o qual foi feita uma biópisia, totalmente inconclusiva, mas apontava a existência de células neoplásicas.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? J.F.T.C - Durante quase 1 ano tive uma diarreia e emagrecimento.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? J.F.T.C - Graças a Deus não tive dificuldade para fechar o diagnóstico, assim que tive o resultado da biópsia já fui encaminhada para fazer os exames de imagem e uma nova biópsia.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? J.F.T.C - Fiquei totalmente sem chão, desesperada... Principalmente quando tive a notícia de que a massa tumoral estava no pâncreas, tive a certeza que não sobreviveria. Mas os médicos me explicaram que se tratava de um tumor neuroendócrino localizado no pâncreas com metástase no fígado e linfonodos. Nunca tinha ouvido falar em tumores neuroendócrinos...
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? J.F.T.C - Entender a doença e definir o tratamento.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? J.F.T.C - O meu diagnóstico foi em novembro/2017. Em novembro mesmo comecei a fazer quimioterapia. Fiz 6 ciclos de quimioterapia até abril/2018 e fiquei apenas com aplicações a cada 28 dias de Sandostatin Lar 30 mg até abril/2019. Em abril/2019 tive alterações nos meus exames e comecei a tomar um comprimido diário de Alfinitor. Tenho fé que a doença estabilizará novamente.
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? J.F.T.C - Quimioterapia. Eu fiz quimio oral com Xeloda e Themodal e os efeitos colaterais foram bem mais brandos, mas ainda são chatinhos.
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? J.F.T.C - Coceira. Meu médico decidiu reduzir 1 comprimido de Xeloda, responsável pela coceira.
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? J.F.T.C - Excelente, um anjo que apareceu na minha vida. A minha doença é muito rara e tive a sorte de ser acompanhada por um médico que conhece e já tratou pessoas com o mesmo problema.
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? J.F.T.C - Sim. Nutrólogo, para acompanhar a minha parte nutricional.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. J.F.T.C - Faço acompanhamento psicológico sim, aliás mesmo antes da doença já fazia. Acredito que toda a pessoa deva fazer, lidar com um diagnóstico de uma doença incurável, que tem que ser vista como uma doença crônica, não é fácil. E um psicólogo te ajuda a organizar as emoções...
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? J.F.T.C - Normal. Trabalho, pratico corrida, faço musculação, cuido de casa, marido, filhos.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? J.F.T.C - Continuo trabalhando normalmente, nem mesmo durante a quimioterapia parei de trabalhar.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? J.F.T.C - Sim, saque do FGTS e seguro de vida.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? J.F.T.C - Viver com a qualidade de vida que tenho!
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? J.F.T.C - Calma, pensamento positivo e principalmente se informar sobre o seu caso, ser participativo no tratamento.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? J.F.T.C - A minha mãe teve câncer de pulmão em 2010 e, procurando informações na internet, descobri o Oncoguia.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? J.F.T.C - Quero parabenizá-los por levar informações de qualidade à nós, pacientes.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! J.F.T.C - Investimento na saúde pública, acelerar o tempo de diagnóstico e início do tratamento.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive