Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio

[Câncer Colorretal] Daniele Danny

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 21/11/2018

  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Daniele - Sou casada, tenho 36 anos, 4 filhos, sou cabeleireira e fiz o curso técnico em enfermagem. Moro em São Gabriel, no Rio Grande do Sul.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Daniele - Tive um quadro grave de obstrução intestinal, fiz uma cirurgia de emergência onde foi descoberto o tumor e fiz uma biópsia, onde disseram que era um adenoma filoso. Depois, quando fui fazer a reconstrução do transito intestinal,  foi descoberto um tumor em estadio 2.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Daniele - Sim, sangramento nas fezes, alteração do hábito intestinal e perda de peso.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Daniele - Sim, para fazer a colonoscopia pelo sistema único de saúde.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Daniele - Fiquei apavorada, com medo de morrer e pensei nos meus filhos e na minha família.
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Daniele - Morrer.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Daniele - Fiz a colectomia e estou fazendo quimioterapia. Na terceira aplicação de quimioterapia adjuvante.
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Daniele -
    A quimio está sendo bem complicada, porque não tem como fazer na minha cidade e tenho que viajar.
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Daniele - Sim, muito enjoo e dor no corpo.
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Daniele - Boa, gostei muito do atendimento dele.
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Daniele - Sim, com nutricionista e psicólogos. Gosto muito deles.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Daniele - Estou começando, fiz a primeira consulta e está sendo muito importante ter alguém com quem falar, que esteja disposto a te ouvir me ajudar muito.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Daniele - Estou me reinventando, tudo é muito difícil e tem dias que parecem mais leve, dias mais pesados. É muito complicado lidar com tudo, mas o que mais importa é viver, estar vivo, dar valor a quem você é e não o que você tem e confiar ter fé em Deus, saber que Ele está te escutando mesmo quando tudo parece desabar. Ele te escuta sim, basta você querer entender a maneira Dele e ouvir atentamente os sinais.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Daniele - Parei, teria que fazer estágio no hospital e não posso devido ao tratamento.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Daniele - Não.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Daniele - Conseguir fazer meu estágio, me formar e viver bem com saúde, feliz com a minha família.
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Daniele - Que é horrível, mas passa. Que não estamos sozinhas e que vai dar tudo certo, apesar de tudo que sentimos, vamos vencer.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Daniele - Na internet e me ajuda muito.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Daniele - Não, só elogios e agradecer por tudo o suporte e trabalho de vocês.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Daniele - Apressar o diagnóstico, viabilizar o tratamento! Quem tem câncer não pode esperar...


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive