Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio

[Câncer de Mama] Caroline R.B. Shimizu

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 22/10/2017

Caroline R.B. Shimizu
  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Caroline - Tenho 39 anos, sou professora, casada, duas filhas moro em São José dos Campos, São Paulo.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Caroline - Sempre tive o hábito de fazer o autoexame durante o banho, até que um dia senti algo.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Caroline - Somente os nódulos na mama.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Caroline - Nenhuma, meu diagnóstico foi muito rápido.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Caroline - Inicialmente não fiquei triste, não questionei, só queria saber o que poderia ser feito e fazê-lo o mais rápido possível, num segundo momento é que senti medo do que poderia vir...
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Caroline - Fazer logo a cirurgia pra me livrar do tumor.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Caroline - Já finalizei faz 6 meses, aceitei bem e passei mto bem durante o tratamento, levando em conta tantos efeitos colaterais ruins que eu poderia ter, meu organismo reagiu bem e não tive maiores problemas... Tive apoio irrestrito do meu marido e filhas, dos meus pais e dos meus amigos...
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Caroline - As quatro primeiras quimios, conhecidas como vermelhas, ficava muito cansada, muito tonta e sem apetite.
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Caroline - Caíram meus cabelos todos, no começo ficava meio tonta, sonolenta e comum gosto horrível na boca, mas nada insuportável.
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Caroline - Gosto muito da doutora Cristiane, sempre confiei mto nela, ela bem direta e pratica assim como eu.
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Caroline - Sim, tive apoio de uma nutri, uma psicóloga, as enfermeira da clínica onde fiz o tratamento fizeram toda diferença, além da cirurgia plástica que fez a reconstrução da minha mama.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Caroline - Faço sim. Durante o tratamento não fiz terapia, porém quando terminou o tratamento me veio o medo da recidiva, a não aceitação do meu corpo, ganhei 12 kg, perdi todo o meu cabelo, o apoio de um psicólogo fez toda diferença.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Caroline - Estou bem, retomando minha vida, volto ao trabalho amanhã, pratico atividade física todo dia, cuido melhor da minha alimentação, tenho consciência de que tenho uma melhor qualidade de vida do que tinha antes do diagnóstico.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Caroline - Parei por quase um ano e estou voltando agora.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Caroline - Sim, retirei o fundo de garantia, entrei com a documentação para comprar automóvel com isenção.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Caroline - Um dia de cada vez, aproveitar a família, os amigos, me importar mais com o que realmente importa e ser feliz.
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Caroline - Não se apavore, confie em Deus e no seu oncologista, não desanime, procure informações em fontes seguras, não se afaste da família e dos amigos, se permita ser ajudado...
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Caroline - Pela net.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Caroline - Mais agilidade no diagnóstico e no tratamento, mais respeito ao paciente.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive